Visitas

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

PARCERIA NÓS PÓS/FAFIRE NO CAFÉ CULTURAL


O grupo de produção Nós Pós – Português Suave fecha parceria com a FAFIRE para a edição do dia 31 de agosto do Café Cultural, que será realizada no Espaço Pasárgada (Rua da União, 263 - Boa Vista), a partir das 17h.

O tema desta edição será "Uma prosa entre versos: Joaquim Cardozo, Mauro Mota e Mário Sette". Entre os debatedores, os escritores Luzilá Gonçalves e Everardo Norões e o professor Alexandre Furtado, coordenador e mediador do Café. O grupo Nós Pós preparou uma intervenção especial para este evento: o poeta Jorge, juntamente com o músico Arielson, fará performance de improviso relacionando-a a texto de Mário Sette; a escritora Renata Santana (finalista do Recitata 2009) fará performance de textos autorais, da escritora Luzilá Gonçalves e de Mauro Mota; o escritor Diogo Testa (um dos vencedores do Recitata 2009) apresentará textos autorais e do debatedor Everardo Norões e do homenageado Joaquim Cardozo. Ana Maria Pereira, escritora e uma das produtoras do Nós Pós, apresentará seus textos acompanhada da escritora e violoncelista Josi Guimarães e também fará performance de texto de Alexandre Furtado, mediador e coordenador do Café, juntamente com Danuza Montenegro (também membro da produção Nós Pós).

A parceria Nós Pós/FAFIRE é mais uma ótima realização voltada para o desenvolvimento e preservação da cultura pernambucana.


SERVIÇO:

Café Cultural FAFIRE com participação do projeto Nós Pós – Português Suave
Espaço Pasárgada (Rua da União, 263 - Boa Vista
31 de Agosto - A partir das 17h
Grátis
_______________________________________________________

Para quem não conhece o Nós Pós aí vai um aperitivo.

Nós Pós - Melhores Momentos de 2008

Por Alex Guterres

video

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

In-Margem Nº 2: Sorry, I pushed the crab and it fell down


In-Margem Nº 2:

Sorry, I pushed the crab and it fell down (Desculpe, eu empurrei o caranguejo e ele caiu) é o nome da mais recente performance do artista contemporâneo Biagio. O trabalho consiste em assumir a ação dos vândalos que, em meados desse mês de agosto, derrubaram a estátua de Chico Science que ficava na Rua da Moeda, Recife Antigo, diante do bar Novo Pina, provocando na peça do artista plástico Demetrio Albuquerque rachaduras de 0,5m. A ação ocorreu justo na semana em que o Manguebeat foi elevado pela Assembléia Legislativa do Estado à condição de Patrimônio Cultural Imaterial, e provocou a indignação de todos aqueles que zelam pela ordem pública e, sobretudo, daqueles que têm por Chico Science e pelo Movimento Mangue uma admiração febril.

Sorry, I pushed the crab and it fell down é a segunda performance de Biagio em sua série In-Margens, que tem como foco de ação o Rio Capibaribe, sua dimensão geográfica, estética e ecológica. Segundo o artista, este trabalho mostra o quanto entende por “Capibaribe”, mais que simplesmente o rio, mas o rio como metáfora para tudo aquilo que identifica culturalmente o Recife e automaticamente exclui do Recife aquilo que não é tipicamente do Recife. Dessa vez, Biagio investe numa linha mais conceitual, um típico ready-made, distanciando-se bastante de sua
In-Margem Nº 1, Lunatic: you are not here, quando caminhou ao longo da Av. Guararapes vestido de astronauta em referência ao quadragésimo aniversário da chegada do homem à lua e fincou na lama da Bacia do Pina uma bandeira com a imagem do satélite. Neste novo trabalho, além de “assinar” a ação dos vândalos e conceituá-la artisticamente, Biagio dará continuidade a ela promovendo, nesta quinta-feira, às 18h, no mesmo local onde ficava a estátua, um ritual de confissão e autopunição aberto ao público (que poderá interagir com o performer alimentando-o com pão e água). “Para mim, o baque de Chico é a justa derrubada de um ícone da cultura, e isso não pode ser atravessado sem culpa e religiosidade. Sinto-me profundamente culpado em ter assassinado o pai da horda.” A performance ainda inclui o “suicídio virtual” de Biagio — envergonhado pelo que fez, o artista encerrará nesta mesma noite sua conta no orkut, que existe desde janeiro de 2005.

Como produto final, Biagio lançará ainda esse ano uma série de cartões postais da cidade do Recife, com imagens de caranguejos assassinados. Com Sorry, I pushed the crab and it fell down, o artista escreve o prólogo de novos ventos na cultura pernambucana: “os ventos da institucionalização do manguebeat, da superação do movimento e da diluição dos elementos típicos do Recife numa arte verdadeiramente global.”



In-Margem Nº 2: Sorry, I pushed the crab and it fell down
Quem: Biagio e “os vândalos”.
Quando: dia 27 de agosto (quinta-feira), às 18h.

Onde: Rua da Moeda, Recife Antigo.

Quanto: aberto ao público.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Festival Estudantil volta ao Apolo

O palco do Teatro Apolo volta a receber diversos espetáculos a partir desta quarta

Depois de um final de semana de dança no Teatro do Parque, o 7º Festival Estudantil de Teatro e Dança volta ao palco do Apolo, no Bairro do Recife, a partir desta quarta-feira (26). Reabrem a temporada, os espetáculos O Voo do Cavalo do Cão, do Grupo Teatral Ariano Suassuna, de Igarassú, e Qual Sua História, Maria? Qual Seu Sonho, José? (foto), do Grupo Zum, Zum, Zum Danado. Os ingressos custam R$ 5.




Confira a programação do Teatro Apolo


26 de agosto

O Voo do Cavalo do Cão – 18h30
Texto: Racine Santos. Direção: André Ramos e Albanita Almeida. Realização: Grupo Teatral Ariano Suassuna e Escola Santos Cosme e Damião (Igarassu).

Qual Sua História, Maria? Qual Seu Sonho, José? – 20h30
Texto: Romário Henrique e Grupo Zum, Zum, Zum Danado. Direção: Romário Henrique. Realização: Grupo Zum, Zum, Zum Danado e ONG Geração Futuro (Lagoa de Itaenga).

27 de agosto – 18h30

DEclaro!
Texto: David Ives. Adaptação e direção: Inaê Veríssimo. Realização: Hipérion Escola de Arte (Recife).

Cinema Mudo – 20h30
Roteiro e direção: Gabriela Cabral. Realização: Grupo de Teatro Macambira e Academia Santa Gertrudes (Olinda).

28 de agosto

Vestido de Noiva – 18h30
Texto: Nelson Rodrigues. Direção: Taveira Júnior. Realização: Grupo de Teatro da Aliança Francesa (Recife).

Por Onde Andas Longe de Mim? Ou A Caverna é Escura Demais – 20h30
Texto e direção: Ivan Ferreira. Realização: Grupo de Iniciação Teatral Arteiros e Colégio Conhecer (Recife).

29 de agosto

O Pequenino Grão de Areia – 16h
Texto: João Falcão. Direção: Sílvio Pinto. Realização: Grupo Recanto de Teatro e Escola Recanto (Recife).

A Estranha Fórmula do Doutor Rugga – 18h30
Texto: Carlos Janduy. Direção: Sandra Albino. Realização: Grupo Diocesano de Artes e Colégio Diocesano (Garanhuns).

Mais Um Tiquim de Nós – 20h30
Texto e direção: Carlos Janduy. Realização: Grupo Cênico Emanuel Tenório de Holanda e Colégio Diocesano (Garanhuns).

30 de agosto

O Pequeno Grão de Areia – 16h
Texto: João Falcão. Adaptação e direção: Rafael Amâncio. Realização: Colégio Criativo (Caruaru).

A Sociedade dos Globs – 18h30
Texto e direção: Edinaldo Ribeiro. Realização: Grupo de Teatro Decisão e Colégio Decisão (Recife).

A Ostra – 20h30
Texto: Luiz de Lima Navarro. Direção: Edinaldo Ribeiro. Realização: Grupo de Teatro Decisão e Colégio Decisão (Recife).

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Tarantino Indica.

O cineasta Quentin Tarantino volta às telas neste fim de semana com "Bastardos inglórios" , em que se adota a Segunda Guerra Mundial como cenário pela primeira vez. Mas o diretor afirma que sua principal inspiração para fazer o filme, que estreia nos EUA neste fim de semana, está na história do cinema.
Assim, Tarantino aplica seus profundos conhecimentos de cinéfilo para apontar seus cinco filmes favoritos ambientados na Segunda Guerra. Não necessariamente um "top 5", sua lista mistura filmes de guerra famosos e elogiados com dramas tão obscuros, quem nem o próprio Tarantino conhecia até começar sua pesquisa para "Bastardos".

Confira abaixo a lista dos melhores filmes de Segunda Guerra por Quentin Tarantino.



'Fugindo do inferno' (1963)
Tem uma história de Segunda Guerra mais bacana do que a desse épico de John Sturges? O filme mostra uma fuga em massa de um campo de concentração nazista e traz um elenco com Steve McQueen, James Garner, Richard Attenborough, James Coburn, Charles Bronson e Donald Pleasence.
"É provavelmente meu favorito entre os filmes de guerra", diz Tarantino. "É um dos longas-metragens mais divertidos de todos os tempos e para mim foi uma espécie de referência ao fazer 'Bastardos inglórios', de alguma forma. Queria fazer um filme sobre a Segunda Guerra assim, divertido, gostoso de assistir."



'Os doze condenados' (1967)
A saga de Robert Aldrich é o maior exemplo do subgênero de guerra "um homem, uma missão", que inspirou Tarantino em "Bastardos inglórios". Lee Marvin, Ernest Borgnine, Charles Bronson, Jim Brown, John Cassevetes, Donald Sutherland e Telly Savalas atuam na história de um grupo de perdedores condenados que ganham uma segunda chance ao participar de um esquadrão em missão suicida contra os nazistas.
Tarantino diz que esse filme merece um lugar em sua lista dos "elencos mais icônicos da história". Ele afirma: "Eu nunca a cartilha normal do gênero ou dos subgêneros com que lido. Geralmente é uma situação em que eu sento e penso: vou fazer o meu 'Os doze condenados'. É difícil, mas sei que se tudo der certo, eu vou conseguir propiciar o prazer que eu encontrei nesses gêneros, mas entregando algo bem diferente. Acaba virando uma outra coisa. Eu gosto de transformar a história em algo maior e mais amplo do que um determinado subgênero."



'Cinco covas no Egito' (1943)
Dez anos antes de "Inferno nº17", Billy Wilder dirigiu essa trama de 1943, que gira em torno de um oficial britânico disfarçado (Franchot Tone) e uma mulher (anne Baxter) que ajuda a administrar um hotel no meio do deserto onde fica o quartel- general alemão.
"É um dos meus filmes favoritos, com certeza", diz Tarantino. "Billy Wilder e o co-roteirista Charles Brackett escreveram algo original, já que não segue a história clássica. Eles criaram de um modo próprio. Não é muito verossímil, mas é fantástico."



'Tonight we raid Calais' (1943)
Essa aventura de John Brahms traz no elenco John Sutton como um agente de inteligência britânico que trama destruir uma fábrica de munições nazista na França. Ele consegue abrigo com a família de um fazendeiro (Lee J. Cobb), cuja filha culpa os ingleses pela derrota da França. O roteiro é de Waldo Salt, que depois ganhou o Oscar por "Perdidos na noite" e "Amargo regresso".
"É um dos filmes que descobri quando fazia uma pesquisa para 'Bastardos inglórios'. É um filme fantástico pelo qual me apaixonei", diz Tarantino. "Tem algumas sequências que realmente parecem narrativa moderna. Não têm um clima de narrativa clássica. Waldo Salt é considerado o pai da narrativa moderna, e nós podemos ver isso bem nesse filme. Parece que foi escrito hoje."



'Action in Arabia' (1944)
O diretor russo Leonide Moguy fez alguns filmes em Hollywood durante a Segunda Guerra, incluindo esse suspense estrelado por George Sanders. Ele interpreta um repórter no Oriente Médio que é pego no meio da disputa entre nazistas e aliados pelo mundo árabe.
"Esse é outro filme que eu descobri e me apaixonei", diz Tarantino. "Eu realmente amo esse filme, mas, como dá para perceber, o que me chama a atenção nesses filmes não é a coleção de tanques nem as grandes batalhas. Embora eu goste desse tipo de coisa, sou mais ligado nas versões da guerra centradas na história."
____________________________________________________________________



Aproveito para indicar um curta nacional que tenta desvendar alguns aspectos da mente fértil do Sr. Tarantino.

Tarantino´s Mind
Com: Selton Mello e Seu Jorge
video

domingo, 16 de agosto de 2009

Memorial Chico Science seleciona videoartes para Spa das Artes



A Prefeitura do Recife, através do Memorial Chico Science, está com inscrições abertas para a seleção de vídeoartes para serem exibidas entre os dias 13 e 18 de setembro, durante a programação do Spa das Artes 2009.Serão selecionados seis vídeos e cada um deles terá um dia dedicado para exibição. Não existe limite mínimo de duração da obra, sendo o máximo de tempo correspondente a oito horas, período que o Memorial fica aberto diariamente, das 9h às 17h.Os interessados devem enviar as obras em DVD para o Memorial Chico Science, no Pátio de São Pedro, durante o período de 7 a 9 de setembro de 2009. A seleção não implica prêmio.

SERVIÇO:
Mostra de Vídeoarte Memorial Chico Science, casa 21, Pátio de São Pedro
Inscrições: 7 a 9 de setembro
Seleção: 10 e 11 de setembro
Divulgação dos resultados: 11 de setembro
Mostra: 13 a 18 de setembro
Fonte: PE 360º

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Bar Savoy será reaberto como um espaço cultural




O Bar Savoy, um dos principais redutos da intelectualidade, boemia e cultura no Recife, fechado em 1992, vai reabir as portas. Com este propósito está sendo firmada esta tarde uma parceria entre o Instituto Maximiliano Campos (IMC) e o Grupo Ser Educacional.

A solenidade está marcada para as 16h, no Auditório da Faculdade Maurício de Nassau, nas Graças, com a presença do presidente do IMC, Antônio Campos, e do educador Janguiê Diniz. Na ocasião, serão apresentados detalhes do projeto.

O local, um verdadeiro patrimônio cultural dos pernambucanos será reaberto como um espaço cultural contendo memorial e cafeteria. O Instituto Maximiano Campos adquiriu a marca e o acervo cultural do Savoy, e o Grupo Ser Educacional. A idéia é transformar o bar em um espaço cultural e um ponto turístico obrigatório no Recife, com reabertira programada para 2010.

Quartel-general do poeta Carlos Pena Filho, o Savoy foi imortalizado nos versos de Guia Prático da Cidade do Recife:

Nas mesas do Bar Savoy

O refrão tem sido assim:

são trinta copos de chopp,

são trinta homens sentados,

trezentos desejos presos,

trinta mil sonhos frustrados.

Ah mas se agente pudesse

fazer o que tem vontade

espiar o banho de uma

a outra, amar pela metade

se daquela que é mais linda

quebrar a rija vaidade.

Mas como a gente não pode

fazer o que tem vontade,

o jeito é mudar a vida,

num diabólico festim.

Por isso no Bar Savoy

o refrão é sempre assim:

são trinta copos de chopp,

são trinta homens sentados,

trezentos desejos presos,

trinta mil sonhos frustrados.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Morre, aos 59 anos, o diretor americano John Hughes





Morreu na manhã desta quinta-feira, vítima de uma parada cardíaca, o diretor americano John Hughes. Ele tinha 59 anos, era casado e pai de dois filhos. Estava em Nova York visitando a família.

Hughes se tornou famoso como diretor de filmes voltados para o universo adolescente. Seu primeiro trabalho foi "Gatinhas e gatões" ("Sixteen Candles"), de 1984. São dele os sucessos "O clube dos cinco" ("The breakfest club"), e "Mulher nota 1000" ("Weird Science"), ambos de 1985.

Mas foi com "Curtindo a vida adoidado" ("Ferris Bueller‘s day off"), que o diretor obteve seu maior reconhecimento. O longa de 1986, que retrata as aventuras de três amigos matando aula, é considerado até hoje um retrato dos adolescentes da década.

O filme projetou a carreira de Matthew Broderick. Na pele do sarcástico Ferris Bueller, o ator adolescente protagonizou uma das cenas mais lembradas pela geração que acompanhou as comédias dos anos 80: quando seu personagem invade um desfile a céu aberto e canta o sucesso dos Beatles "Twist and shout" (veja abaixo).

Nos anos 90, como produtor e escritor, foi o responsável pelos sucessos "Esqueceram de mim", "Esqueceram de mim 2", "Bethoven" e "101 Dálmatas".

As homenagens já começaram a surgir na internet. Em seu twitter, a atriz Demi Moore lembrou o diretor. "Um ícone dos filmes dos anos 80. Deu voz a uma geração. Foi embora, mas nunca será esquecido".

Da Agência O Globo

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Essa Sexta é dia de Sexta Sim!


O Ponto de Cultura Coletivo Refazendo apresenta mais uma edição do Sexta Sim, Sexta Não. No dia 07 de agosto Ducinéia Xavier e Ana Cecília Jacome apresentam um show variado de canções nacionais e internacionais, acompanhadas pelos músicos Mufula (violão), Nado Batista (percursão) e Maví Plugiese (saxofone). Silvia Rangel aproveita o tema internacional e lança, no mesmo dia, uma mostra fotográfica sobre a Europa. Desta vez pela primeira vez a poesia vai ter um espaço reservado no Sexta Sim, e o responsável será Marcelo Mário de Melo que apresenta seu trabalho desenvolvido entre palavras e ilustrações. A mostra de curta metragem continua sob a regência de Ju Pinheiro. O “Sexta Sim Sexta Não” é um projeto sócio-cultural idealizado pelo Coletivo Refazendo em parceria com a ADUSEPS, onde sócio-educadores, músicos e artistas em geral se unem visando a disseminação e conscientização dos direitos humanos bem como entretenimento para o público presente durante o evento.

Informações:
Artur Oscar (86789056)
Juliana Pinheiro (86433010)
Juliana Lombardi (87301118)

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Wendelien van Oldenbourg na Fundaj.


No dia 10 de agosto a Coordenação-Geral de Capacitação e Difusão Científico-Cultural – CGCADIF da Diretoria de Cultura da Fundaj receberá a artista holandesa Wendelien van Oldenbourg, produtora do filme Maurits Film que será exibido em sessão extraordinária no Cinema da Fundação, às 19h30.



O filme é uma sequência do seu trabalho anterior intitulado Maurits Script. Ambos focam a sociedade contemporânea com os múltiplos desejos e interesses de diferentes grupos. Em Maurits Script (2006), um script com compilação de fragmentos de textos do século XVII, entre relatórios da Companhia das Índias Ocidentais baseada no Recife é lido em voz alta e discutido por um grupo de cidadãos holandeses. Em Maurits Film um grupo de brasileiros da Recife contemporânea posicionam-se e falam.



A exibição do filme será seguida de um debate aberto ao público com a presença dos participantes do filme. O evento será uma oportunidade para todos os interessados em arte e cultura contemporâneas compreenderem o processo de produção artística no segmento cinematográfico, com o olhar externo em um contexto local.



SERVIÇO:

O que? Exibição do Filme Maurtis Film seguido de debate

Onde? Cinema da Fundação - FUNDAJ/Derby

Dia e Horário? 10/08/2009 (segunda-feira) às 18h30

Informações? (81) 3073-6659/6660 - cgcadif@fundaj.gov.br


Fonte: www.fundaj.gov.br